quinta-feira, 24 de março de 2011

Registro de Boletim de Ocorrência pela Polícia Militar no Alto Tietê


A população do Alto Tietê poderá agora registrar Boletins de Ocorrência nas Unidades da Polícia Militar

Os moradores do Alto Tietê poderá até o meio deste ano registrar Boletins de Ocorrência em unidades físicas e móveis da Polícia Militar. 
Depois da Capital e do ABC Paulista será a vez da região do Alto Tietê a receber o serviço.
A iniciativa começou a ser experimentada há pouco mais de um mês, na Zona Leste de São Paulo. Segundo o governador, em média, cada ocorrência registrada pela Polícia Militar, depois transmitida on-line para a Polícia Civil, leva-se um tempo máximo de oito minutos.
Apesar da eficiência, o serviço ainda é restrito a casos como furto, extravio de documentos, placas de veículo e celular, e encontro e desaparecimento de pessoas - que podem ser registrados também pela internet.
Demais crimes, como roubos e homicídios, entre outros, ainda deverão ser comunicados diretamente nas delegacias da Polícia Civil.
O Comando do CPA/M-12 já esta preparando e treinando os policiais militares para dar início ao serviço. Sobretudo a população carente, que não tem acesso à internet, deverá ser beneficiada.
Mesmo não permitindo o registro de crimes mais graves, o governo do Estado acredita que a medida vai contribuir para reduzir as filas nas delegacias, onde o cidadão ainda espera por horas e horas para ser atendido.
Após a implantação do serviço na Região Metropolitana será a vez do Interior e Litoral, até atingir todo o Estado antes do fim de agosto.
Outra parceria prevista entre as polícias civil e militar, está o acesso que a Policia Civil terá ao Fotocrim, que é um banco de dados da Polícia Militar com dados e fotografias de criminosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário